Close

Marketing Médico: entenda o que o médico pode e não pode divulgar no site e redes sociais

  • Home
  •  / 
  • Notícias
  •  / 
  • Marketing Médico: entenda o que o médico pode e não pode divulgar no site e redes sociais

Marketing Médico: entenda o que o médico pode e não pode divulgar no site e redes sociais

Marketing Médico: entenda o que o médico pode e não pode divulgar no site e redes sociais

É fundamental seguir as regras do marketing médico, para que haja uma comunicação com o público de uma forma correta, responsável e ética. Antes de começar algum plano de produção de conteúdo para as redes sociais, o profissional precisa saber o que deve ser publicado.

Vamos conversar sobre o que pode e o que não é permitido pelo Conselho Federal de Medicina – CFM em associação à publicidade médica.

O que não pode no Marketing Médico

Selfies com pacientes

O Conselho Federal de Medicina em relação à postagem de selfies pelos  médicos: não podem ser postadas mesmo com a permissão do paciente e são proibidas. A regulamentação do CFM presa a preservação da privacidade e o anonimato inerentes à ação médica. Por isso, sem selfies.

Fotos de “antes e depois”

Diferente do que recomenda o Conselho de Odontologia, lugares de assistência médica ou médicos não podem publicar fotos de “antes e depois”. Além disso, o CFM aconselha a apuração por parte dos Conselhos Regionais de postagens realizadas por pacientes ou outras pessoas, de modo repetido ou ordenado, de imagens como essas nas mídias sociais. Vale frisar, que mesmo que o paciente poste nas mídias sociais dele, o profissional não pode repostar nas suas redes.

Divulgar preço de consultas e tratamentos

O CFM não permite a exposição de valores de procedimentos ou maneiras aceitas de parcelamento/pagamento. Além do que, são proibidas também permissões de descontos como maneira de determinar diferenciais na qualificação do serviço. Vale lembrar que seus pacientes não podem ir ao seu consultório levando em conta o preço cobrado, mas tendo em consideração a qualidade do seu serviço. Afinal de contas, são vários anos de dedicação e estudo para uma boa atuação na área, e não tem como por desconto nisso, correto ?

O que pode no Marketing Médico

Divulgar serviços

É consentido que o profissional publique seus trabalhos em sua mídia social ou em outros meios, mas precisa atender algumas condições do Marketing Médico. Como, comunicar sua especialidade – no máximo duas, o RQE relacionado à especialidade divulgada e o registro no CRM. Porém, deve tomar cuidado para não ter um tom tendencioso, categorizando o atendimento e o serviço como “mais eficiente” ou “superior”, como por exemplo.

Criar um blog

Não é liberado ao médico que faça atendimentos por blog, sites ou mídias sociais, mas pode criar um blog e oferecer informações sobre saúde. É um meio de espalhar materiais importantes à comunidade e ajudar a construir sua soberania nos meios digitais.

O marketing digital para médicos acredita que o blog é uma ótima ferramenta para melhorar seu ponto de vista nos resultados de buscas do Google. Sendo assim, uma quantidade maior de pessoas conseguiram achar o seu site, conhecer seus trabalhos e te ter como modelo em sua área, por isso aconselha-se a criação de sites para médicos por empresa de marketing médico digital.

Fazer referência aos equipamentos que sua clínica dispõe

A divulgação de equipamentos por meio das suas mídias sociais, como em outros meios, é um ponto que demanda cuidado.

O Manual do Codame diz que a propaganda de equipamentos não pode ser feita ” em troca de benefícios econômicos ofertados pela indústria farmacêutica ou por empresas”. Mesmo não sendo a situação, a propagação de equipamentos pode ser compreendida como “autopromoção, no contexto de expandir os clientes”.

Dessa maneira, a Resolução CFM 1974/11 não permite o profissional de ” executar ou participar de tratamentos, demonstrações técnicas de procedimentos e equipamentos de modo a enaltecer domínio do seu uso ou orientar a procura por determinado serviço”. Desse modo, é prudente ter muita cautela.

Portanto, deve-se lembrar que a propagação não deve ser feita de modo a pôr esses equipamentos como excelentes ou como garantia de resultados.

Marketing de Conteúdo para atender às regras do Marketing Médico

O Marketing de conteúdo em saúde tem como um dos principais objetivos construir o poder da instituição ou profissional de saúde no meio digital. Por meio da informação importante, é capaz de se posicionar, propagar sua marca e serviços.

Para isto, é essencial que o médico tenha uma postura ética, tanto nas mídias sociais como em outros canais. O Marketing digital para médicos não pode ser visto como um meio de elevar o profissional a qualquer preço. Ao contrário, ele define estratégias que espalhem o conhecimento desses profissionais com responsabilidade e para as pessoas certas.

Também passa pela as regras do marketing médico ter uma imagem digital revigorada.

Notícias Relacionadas