Close

Os 5 erros mais comuns no marketing digital para médico

  • Home
  •  / 
  • Notícias
  •  / 
  • Os 5 erros mais comuns no marketing digital para médico

Os 5 erros mais comuns no marketing digital para médico

Os 5 erros mais comuns no marketing digital para médico

  1. Site não otimizado para o Google

Segundo pesquisa realizada pelo CFM (Conselho Federal de Medicina) entre 75 e 85% das pessoas procuram sobre sintomas e doenças na internet.

O google é a principal ferramenta de buscas no BRASIL, de cada 100 pesquisas realizadas na internet 92 são através do GOOGLE!

Você já deve ter ouvido alguém dizer que o Facebook está fora de moda, que o Instagram está começando a dar sinais de enfraquecimento, mas nunca ouviu alguém dizer que o GOOGLE está perdendo mercado ou posicionamento!

O principal objetivo do Google é organizar o conteúdo digital do MUNDO e facilitar a pesquisa das pessoas, o sucesso da plataforma é justamente sua estabilidade e simplicidade de uso.

Um site otimizado para o Google é aquele que segue as melhores práticas para melhorar a experiência do USUÁRIO e isso envolve centenas de características, que somadas ajudam a melhorar o uso da INTERNET!

Muitas regras são básicas outras mais avançadas, o fato é que um site pouco otimizado para o GOOGLE, não irá gerar nenhum resultado para seu consultório ou clínica.

 

  1. O site não é pensado para ajudar o paciente

Um site é muito mais do que uma página ou uma ideia do cliente, nós acreditamos que um site deve atender o seu paciente E NÃO A VOCÊ OU A AGÊNCIA! O site precisa ser pensado para ajudar o paciente a encontrar rápido o que procura e se sentir confiante para agendar uma consulta!

Por isso é fundamental nossa experiência dentro de clinicas e convênios antes da MARKETING DOCTOR existir, entendemos os pacientes de forma prática, pois nossos fundadores atuaram como gerentes de clinicas e convênios, observando como as pessoas procuram as informações na internet.

Quando desenvolvemos um site, estudamos a especialidade do médico, entendemos os pacientes e entregamos conteúdo, imagens e layout de acordo com este público!

Para nós isso é uma questão lógica e normal, porém, não é a prática de mercado, pode ter certeza que ao contratar uma agência eles irão perguntar o que você deseja, como quer o site etc.

É o mesmo que você doutor perguntar para o paciente, qual medicamento ele quer tomar? Como você deve fazer a cirurgia, etc…

Nós somos especialistas no que fazemos e sabemos como fazer!

  1. O conteúdo do site é pobre ou copiado

O conteúdo é sem dúvida a parte mais sensível do MARKETING MÉDICO, de cada 10 sites de médico no Brasil, 8 tem o conteúdo 100% copiado! Isso mesmo, conteúdo copiado de outras fontes sem referência.

Quando o site tem conteúdo original o mesmo é reduzido e escasso, o que não gera interesse para o paciente, não gera relevância para o Google e não cria confiança no médico!

O CONTEÚDO PRECISA SER 100% original e de qualidade, pensado no paciente, ou seja, deve responder perguntas básicas como: Qual a idade do paciente que vai ler esse texto? Qual é a dor do paciente? Quais seus medos? Quais suas principais dúvidas? Quais suas características físicas, pessoais, emocionais, etc.

Vamos pegar como exemplo um site de oftalmologista que realiza: CIRURGIA REFRATIVA E CIRURGIA DE CATARATA, estamos falando de dois públicos muito diferentes, o paciente de cirurgia refrativa geralmente é jovem, tem entre 22 e 35 anos, está ativo no mercado de trabalho, está começando sua vida familiar, muitos ainda não têm filhos ou tem apenas um, etc…

Já o paciente de CATARATA, tem mais que 55 anos de idade, muitos são avós, a maioria são mulheres, desejam melhorar a qualidade de vida, e tem muitas dúvidas sobre a cirurgia!

Portanto, é fundamental escrever e desenvolver o material com base no público alvo!

  1. As redes sociais são mal feitas

Aqui é um ponto muito importante, muitos médicos não veem relevância nas redes sociais e deixam elas um pouco de lado, estamos falando basicamente de INSTAGRAM E FACEBOOK, pois, bem as redes sociais tem um enorme potencial de atrair e reter pacientes!

O Brasil é campeão em tempo dentro das redes sociais, em média passamos 5 horas por dia conectados! Ganhamos de todos os países nesse quesito!

Mas não basta ter facebook ou instagram é preciso de estratégia, investimento e muito empenho para conseguir extrair o que há de melhor nessas redes sociais.

A maior parte das pessoas que gerenciam redes sociais, não investem, não fazem anúncios pagos e é justamente a publicidade que dá retorno, sem patrocinar suas redes sociais seus posts não terão alcance!

  1. O site não aparece nas buscas do GOOGLE

Já explicamos anteriormente que o GOOGLE é a principal fonte de buscas no BRASIL, respondendo por 92% dos acessos.

De cada 100 pesquisas 90 terminam na PRIMEIRA PÁGINA, ou seja, ou o site está na primeira página ou não está no Google.

Para o site aparecer nas buscas ele precisa ser otimizado e melhorado constantemente, não basta otimizar uma única vez, é necessário colocar conteúdo novo, melhorar o site, e realizar centenas de ações para que o mesmo figure nas principais posições de pesquisa.

 

Notícias Relacionadas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Olá doutor! Me chamo Humberto. Como podemos lhe ajudar com seu marketing? Clique abaixo para conversarmos no Whatsapp.
Powered by