Os 5 erros mais comuns no marketing digital para médico

Os 5 erros mais comuns no marketing digital para médico

  1. Site não otimizado para o Google

Segundo pesquisa realizada pelo CFM (Conselho Federal de Medicina) entre 75 e 85% das pessoas procuram sobre sintomas e doenças na internet.

O google é a principal ferramenta de buscas no BRASIL, de cada 100 pesquisas realizadas na internet 92 são através do GOOGLE!

Você já deve ter ouvido alguém dizer que o Facebook está fora de moda, que o Instagram está começando a dar sinais de enfraquecimento, mas nunca ouviu alguém dizer que o GOOGLE está perdendo mercado ou posicionamento!

O principal objetivo do Google é organizar o conteúdo digital do MUNDO e facilitar a pesquisa das pessoas, o sucesso da plataforma é justamente sua estabilidade e simplicidade de uso.

Um site otimizado para o Google é aquele que segue as melhores práticas para melhorar a experiência do USUÁRIO e isso envolve centenas de características, que somadas ajudam a melhorar o uso da INTERNET!

Muitas regras são básicas outras mais avançadas, o fato é que um site pouco otimizado para o GOOGLE, não irá gerar nenhum resultado para seu consultório ou clínica.

 

  1. O site não é pensado para ajudar o paciente

Um site é muito mais do que uma página ou uma ideia do cliente, nós acreditamos que um site deve atender o seu paciente E NÃO A VOCÊ OU A AGÊNCIA! O site precisa ser pensado para ajudar o paciente a encontrar rápido o que procura e se sentir confiante para agendar uma consulta!

Por isso é fundamental nossa experiência dentro de clinicas e convênios antes da MARKETING DOCTOR existir, entendemos os pacientes de forma prática, pois nossos fundadores atuaram como gerentes de clinicas e convênios, observando como as pessoas procuram as informações na internet.

Veja também:  Whatsapp como ferramenta de marketing médico

Quando desenvolvemos um site, estudamos a especialidade do médico, entendemos os pacientes e entregamos conteúdo, imagens e layout de acordo com este público!

Para nós isso é uma questão lógica e normal, porém, não é a prática de mercado, pode ter certeza que ao contratar uma agência eles irão perguntar o que você deseja, como quer o site etc.

É o mesmo que você doutor perguntar para o paciente, qual medicamento ele quer tomar? Como você deve fazer a cirurgia, etc…

Nós somos especialistas no que fazemos e sabemos como fazer!

  1. O conteúdo do site é pobre ou copiado

O conteúdo é sem dúvida a parte mais sensível do MARKETING MÉDICO, de cada 10 sites de médico no Brasil, 8 tem o conteúdo 100% copiado! Isso mesmo, conteúdo copiado de outras fontes sem referência.

Quando o site tem conteúdo original o mesmo é reduzido e escasso, o que não gera interesse para o paciente, não gera relevância para o Google e não cria confiança no médico!

O CONTEÚDO PRECISA SER 100% original e de qualidade, pensado no paciente, ou seja, deve responder perguntas básicas como: Qual a idade do paciente que vai ler esse texto? Qual é a dor do paciente? Quais seus medos? Quais suas principais dúvidas? Quais suas características físicas, pessoais, emocionais, etc.

Vamos pegar como exemplo um site de oftalmologista que realiza: CIRURGIA REFRATIVA E CIRURGIA DE CATARATA, estamos falando de dois públicos muito diferentes, o paciente de cirurgia refrativa geralmente é jovem, tem entre 22 e 35 anos, está ativo no mercado de trabalho, está começando sua vida familiar, muitos ainda não têm filhos ou tem apenas um, etc…

Já o paciente de CATARATA, tem mais que 55 anos de idade, muitos são avós, a maioria são mulheres, desejam melhorar a qualidade de vida, e tem muitas dúvidas sobre a cirurgia!

Veja também:  ESPECIALISTAS EM MARKETING MÉDICO NA CIDADE DE CURITIBA

Portanto, é fundamental escrever e desenvolver o material com base no público alvo!

  1. As redes sociais são mal feitas

Aqui é um ponto muito importante, muitos médicos não veem relevância nas redes sociais e deixam elas um pouco de lado, estamos falando basicamente de INSTAGRAM E FACEBOOK, pois, bem as redes sociais tem um enorme potencial de atrair e reter pacientes!

O Brasil é campeão em tempo dentro das redes sociais, em média passamos 5 horas por dia conectados! Ganhamos de todos os países nesse quesito!

Mas não basta ter facebook ou instagram é preciso de estratégia, investimento e muito empenho para conseguir extrair o que há de melhor nessas redes sociais.

A maior parte das pessoas que gerenciam redes sociais, não investem, não fazem anúncios pagos e é justamente a publicidade que dá retorno, sem patrocinar suas redes sociais seus posts não terão alcance!

  1. O site não aparece nas buscas do GOOGLE

Já explicamos anteriormente que o GOOGLE é a principal fonte de buscas no BRASIL, respondendo por 92% dos acessos.

De cada 100 pesquisas 90 terminam na PRIMEIRA PÁGINA, ou seja, ou o site está na primeira página ou não está no Google.

Para o site aparecer nas buscas ele precisa ser otimizado e melhorado constantemente, não basta otimizar uma única vez, é necessário colocar conteúdo novo, melhorar o site, e realizar centenas de ações para que o mesmo figure nas principais posições de pesquisa.

 

marketing medico digital redes sociais instagram

Marketing Médico Digital

Somos empresa com mais de 10 anos de experiência em marketing médico digital. Utilizamos técnicas de neuromarketing para levar o marketing da sua clínica ou consultório a um novo patamar. Atendemos em todo o Brasil. Clique no botão abaixo para falar com nossa equipe.

marketing medico redes sociais instagram