O que é permitido no Marketing Juridico – Marketing para Advogados em Curitiba

O marketing jurídico é uma ferramenta cada vez mais utilizada pelos advogados para promover seus serviços e atrair clientes. No entanto, existe uma linha tênue entre o que é permitido e o que é proibido nessa área, levantando questionamentos sobre as práticas éticas e legais do marketing para advogados.

Em primeiro lugar, é importante mencionar que o Código de Ética e Disciplina da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) estabelece diversas limitações e regras para o marketing jurídico.

Entre elas, está a proibição de qualquer tipo de propaganda que seja considerada sensacionalista, mercantilista ou que atente contra a dignidade da profissão. Sendo assim, é importante que os advogados tenham em mente que não podem fazer publicidade enganosa, exagerar nas informações sobre sua formação e experiência, ou prometer resultados garantidos aos seus clientes. Além disso, não é permitido utilizar expressões ou imagens que possam induzir o público a acreditar em uma qualidade superior àquela que o advogado possui. Outro ponto importante é que o marketing jurídico não pode ser invasivo ou praticado de forma agressiva.

Isso significa que a abordagem direta a potenciais clientes, através de ligações ou mensagens, por exemplo, é considerada antiética e pode resultar em sanções disciplinares. Além das limitações impostas pelo Código de Ética da OAB, é preciso estar atento às legislações específicas de cada estado e da própria OAB, que podem estabelecer outras restrições ou exigências para o marketing jurídico. Portanto, é fundamental que o advogado consulte sempre as normas vigentes antes de elaborar qualquer estratégia de divulgação.

Veja também:  Dr(a) você é o motorista ou o passageiro da sua carreira?

Feitas essas considerações, é importante destacar que, apesar das restrições, o marketing jurídico traz inúmeros benefícios para os advogados. Ele proporciona maior visibilidade e reconhecimento para o profissional, o que pode ser um grande diferencial no mercado tão competitivo da advocacia. Além disso, o marketing permite que os clientes em potencial tenham mais informações sobre a experiência e especialização do advogado, o que facilita a escolha do profissional mais adequado para suas necessidades.

Portanto, o marketing jurídico é sim permitido, desde que seja realizado de forma ética e dentro das normas estabelecidas. É importante que os advogados estejam atentos às limitações e que sempre busquem formas de se destacar no mercado sem ferir a dignidade da profissão.

Afinal, mais do que atrair clientes, o objetivo do marketing deve ser aprimorar a relação entre o advogado e a sociedade, promovendo a justiça e o exercício responsável da advocacia.

marketing medico digital redes sociais instagram

Marketing Médico Digital

Somos empresa com mais de 10 anos de experiência em marketing médico digital. Utilizamos técnicas de neuromarketing para levar o marketing da sua clínica ou consultório a um novo patamar. Atendemos em todo o Brasil. Clique no botão abaixo para falar com nossa equipe.

marketing medico redes sociais instagram